KATIA BUNIATISHVILI

Navegue pelas diversas páginas

terça-feira, 23 de agosto de 2016

O QUE FAZ REALMENTE A DIFERENÇA ENTRE DOIS OU MAIS MÚSICOS ERUDITOS? VEJA E OUÇA DUAS PERFÓRMANCES DE DUAS VIRTUOSES AO PIANO: YUJA WANG E LOLA ASTANOVA TOCANDO UM AUTOR NORTE-AMERICANO IMPORTANTE




Nessa postagem, duas pianistas praticamente da mesma idade, portanto da mesma geração de jovens e definitivamente talentosas pianistas de formação erudita, uma chinesa e uma russa, tocam a mesma obra de um reconhecido autor norte-americano.

Se ambas tem a mesma formação e semelhantes e sólidas carreiras, qual a diferença entre as duas, já que essa diferença não se estabelece ao nível de uma superioridade como o senso comum imagina com base nas carreiras de artistas populares ( quem vende mais discos quem e mais simpático, quem tem maior número de fãs, quem aparece mais na mídia, e no caso de mulheres, quem é a mais bonita ).

Não é dessa forma que se valoriza uma musicista, uma instrumetistas, na difícil, concorrida e cara música de concerto, ou música clássica ou ainda erudita.

Veja, ouça as duas apresentações, dessas belas e talentosas artistas reais.

Helvécio S. Pereira






sábado, 13 de agosto de 2016

VIOLONCELO OU SIMPLESMENTE CELLO, UM INSTRUMENTO POUCO VISTO E OUVIDO COMO PROTAGONISTA NA MÚSICA COM A CELISTA NATALIE CLEIN




O Violoncelo teve origem no esplendor musical do Século XVI na Itália, em um processo evolutivo da família das cordas. Embora isso, ele foi usado principalmente como instrumento acompanhante até o século XVIII, quando passou a ser importante como instrumento solista e no quarteto de cordas. Bach e Beethoven foram os primeiros a usar o violoncelo em grande parte de suas composições. A partir daí, o violoncelo se tornou popular entre as famílias reais. Andrea Amati foi a fabricante de violoncelo primeiro conhecido. Ele fez violoncelos para Charles IX, o rei francês.

Os filhos de Amati, Girolamo e Antonio, também cresceu para ser fabricantes de violoncelo. Nicolo Amati, neto de Andrea Amati, ensinou o lendário Antonio Stradivari o processo de tomada de instrumento. Embora mais conhecido por seus violinos, cellos Stradivari fez bem, e os seus violoncelos valem milhões de dólares hoje. Quando o violoncelo foi feito pela primeira vez, ele não tinha um pino de suporte na parte inferior. Acrescentou-se depois de um violoncelista esculpida uma vara de madeira para segurar o violoncelo, enquanto ele tocava. Para fazer o cello mais fácil de tocar, o seu tamanho aumentado em altura e largura. O tamanho do violoncelo que você vê hoje foi padronizado por Antonio Stradivari.

O papel do violoncelo foi muito diversificado em seus primeiros duzentos anos, geralmente participando na linha de acompanhamento e baixo de várias formas de música. No XV, XVI, XVII e séculos, os membros da família do violino foram consideradas particularmente apropriado para a música sacra. No entanto, os instrumentos não foram utilizados exclusivamente nesses papéis e representações artísticas indicam que eles foram usados ​​para todos os tipos de eventos, desde casamentos a fazer música estridente nas tabernas da aldeia.

A discrepância entre o grande volume de música para o violino no século XVII, e a falta dele para o violoncelo pode ser melhor entendida à luz de dois fatores. Primeiro, a escrita idiomática para um instrumento específico estava apenas começando a se desenvolver no pensamento das pessoas, e em segundo lugar, mesmo a escrita idiomática cedo para o violino não necessariamente exclui as vozes mais profundas da família do violino. Violoncelistas considerando-se a ser “violinistas” (embora ‘violinistas baixo’), muito naturalmente adotou o repertório de violino como seu próprio (transpondo-a para baixo uma oitava), não fazendo distinção entre as várias vozes dentro da família dos violinos do que os cantores hoje com seu repertório solo.

Não foi até o final do século XVII que as primeiras peças para violoncelo solo ou violoncelo acompanhado foram escritos. A forma mais comum para tal peça era o ricarcare. O ricercare barroco era uma peça instrumental, não muito longo, e em muitos casos por apenas um instrumento. Ele teve várias funções diferentes na sociedade musical da época: em primeiro lugar, como um veículo para a expressão instrumental secular, e em segundo lugar no culto da igreja em alternância com o coro, seja durante o ofertório ou antes ou depois da leitura dos salmos. Durante estas apresentações, o organista improvisava livremente em uma melodia sagrada ou secular em uma fantasia ou prelúdio.

Às vezes, isto envolveu um toque do profano invadindo o culto na igreja, se não fosse uma melodia sagrada ou cantar que o organista usado. Às vezes, a ricercare consistiria de uma peça para mais de um instrumento, caso em que o tema foi passado de uma parte de um outro em contraponto imitativo sem muito desenvolvimento. Não é possível estabelecer uma forma perfeitamente consistente para essas peças. O elo de ligação entre eles é a presença de um tema simples em uma chave definida e ritmo que estabeleceu a tonalidade e caráter.

De todos estes desenvolvimentos, o violoncelo se tornou o brilhante solo e instrumento de câmara que é hoje.Durante os séculos XV e XVI, os músicos vieram não só de aceitar, mas para admirar o som do instrumento. Depois, no século XVII, os artistas alcançaram um nível de virtuosismo para inspirar os compositores da época para escrever, idiomaticamente, para eles. Muitos grandes obras foram a seguir, incluindo os seis Suites de JS Bach, desde o início do século XVIII. Os concertos de Franz Joseph Haydn seguiu, e em pouco tempo, o repertório para o violoncelo era de um tamanho a ser contada com.

A importância do violoncelo foi garantida no mundo da música ocidental de todos os tempos. O violoncelo é verdadeiramente um instrumento espetacular para ter sobrevivido por centenas de anos e para ser constantemente ganhando popularidade no séc. 21. Há uma longa história do instrumento e sua acompanhante componentes – do arco , resina , partes do Cello – , bem como os seus instrumentistas .

O violoncelo é um instrumento da família dos instrumentos de corda. Tocado geralmente com arco, na posição vertical colocado entre as pernas, possui quatro cordas afinadas em quintas, primeira corda- LÁ, segunda- RÉ, terceira-SOL e quarta- DÓ.



Natalie Clein

Natalie Clein (born 25 March 1977, Poole, Dorset) is a British classical cellist. Her mother is a professional violinist. Her sister is the actress Louisa Clein.



 
Clein started playing the cello at the age of six, and studied with Anna Shuttleworth and Alexander Baillie at the Royal College of Music where she was awarded the Queen Elizabeth the Queen Mother Scholarship. She has also studied with Heinrich Schiff in Vienna. 

Clein came to prominence after winning the BBC Young Musician of the Year competition in 1994 with her performance of the Elgar Cello Concerto. She was the first British winner of the Eurovision Competition for Young Musicians in Warsaw, playing the Shostakovich Sonata and Elgar's concerto. Her other awards include the Ingrid zu Solms Cultur Preis at the 2003 Kronberg Academie and the Classical BRIT Award for Young British Performer of 2005. Clein made her concerto debut at The Proms in August 1997, performing the Haydn Cello Concerto in C major with Sir Roger Norrington and the National Youth Chamber Orchestra of Great Britain.  
In 1999 she was invited as one of the first artists to join the BBC Radio 3 New Generation Artists scheme. She is also a regular chamber musician with such musicians as Julius Drake, Charles Owen and Kathryn Stott, as well as the Belcea Quartet, Jerusalem Quartet, Takács Quartet, and the Nash Ensemble. Clein has collaborated with author Jeanette Winterson on a performance piece which utilises Bach's Goldberg Variations in conjunction with Winterson's text. Clein played at the ceremony of Winterson's wedding to Susie Orbach in 2015. She has also worked with choreographer and dancer Carlos Acosta.Clein released an all-Kodály recording in 2009 on Hyperion Records. 

Previously, she recorded for EMI Classics where her debut recording, a recital disc of Brahms and Schubert cello sonatas with Charles Owen was released in October 2004 on the EMI 'Classics for Pleasure' imprint and her recording of the Chopin and Rachmaninov Cello Sonatas with Charles Owen was released on 25 September 2006. Her EMI recording of the Elgar Cello Concerto, in honour of the 150th anniversary of Elgar's birth, was released in September 2007. Clein joined the professorial staff at Trinity College of Music, London in September 2009. She plays on the "Simpson" Guadagnini cello (1777). 





O violoncelo é um instrumento rico, profundo, que emite sons potentes, não é de admirar que o instrumento tenha sido tão bem sucedido e continua a ser um dos instrumentos musicais mais elegantes e respeitados do mundo de hoje. 

O inventor do violoncelo, foi Andrea Amati da Itália, no início dos anos século XVI, a evolução do violoncelo se deu até o meio do mesmo século, e seu status na sociedade moderna. Músicos famosos são apresentados, incluindo Francesco Alborea (1691-1739) , que foi o primeiro conhecido violoncelista usar posição polegar ; Luigi Boccherini (1743-1805) , que era a único violoncelista excepcional que foi também um distinto compositor. 

Uma grande e recente contribuiçãp se deve à violoncelista contemporânea Yo-Yo Ma , cujo talento e inovação têm chamado a atenção sem precedentes ao violoncelo, enquanto enriquece a música de várias maneiras e une pessoas e culturas em todo o mundo com a beleza da música executada nesse instrumento musical.

Tradução e revisão por Helvécio S. Pereira


fotos de Natalie Clein







Natalie Clein created 'a tapestry of music, all for solo cello, written between 1730 and 2012' during her time in Artangel's boat installation – A Room for London. Watch her performance here:

quarta-feira, 3 de agosto de 2016

DEBRA KILLINGS... ELA SE DESTACA PELA FÉ, PELO TALENTO MUSICAL ( CANTA E TOCA COM SINGULARIDADE E DISTINÇÃO ) E PELA JUVENTUDE, AOS 56 ANOS TEM UMA BELEZA INVEJÁVEL









Debra Killings ( 54 ) cantora e baixista nasceu no final de 1960 em Atlanta, Geórgia. 

Debra Killings já gravou com grandes nomes da música americana como, Jay-Z, Nelly, OutKast, TLC, mas o trabalho que mais chama atenção são seus discos solo, onde Debra toca musica Gospel com seu irmão e sua banda. Em seu CD de estreia, Surrender, Debra Killings mostra com sua voz, alma e toda habilidade musical como é sua relação com Deus.



Ela quer que todos reconheçam que seu esforço como artista solo não é apenas para entretenimento, mas também é parte de sua caminhada pessoal para mudar a maneira como as pessoas veem e ouvem música Gospel. Debra Killings acrescenta: “Quero que as pessoas que nunca foram à igreja ou aqueles que não ouvem a música gospel, saibam que podem vir a Deus, onde quer que estejam ... isso é basicamente a minha mensagem inteira".

Além de emprestar seus talentos vocais para muitos discos de sucesso, Debra, também tem seu reconhecimento no meio baixístico.

Por Helvécio S. Pereira


























-

OUÇA O CD DE DBRA KILLINGS


COMPARTILHE ESSE POST!

"GALHOS SECOS" ( PARA A NOSSA ALEGRIA )

PROVA QUE BRASILEIRO MÉDIO GOSTA MESMO DE ESQUISITICES É QUE A VERSÃO ACIDENTAL E PATÉTICA DESSA CANÇÃO TEVE MAIS DE 16 MILHÕES DE ACESSOS( dados já completamente desatualizados ) E ESSA NÃO!

AS MAIS VISTAS NO BLOG

AMADORES...quando vídeo e música se fundem

GALERIA DE ARTE

GALERIA DE ARTE
Retrato de mulher Artista Henrique Maciel BH/MG técnica Grafite sobre papel

Estamos cadastrados no BlogBlogs!

Marcadores