YUJA WANG NY CITY, 2017

Navegue pelas diversas páginas

quarta-feira, 7 de março de 2018

OS TEMAS NO DESENHO ( PARTE 1 )

Da multidão de imagens produzidas em toda a história e nas incontáveis fotografias, pinturas e desenhos não há de fato algo original e singular pois todas essas imagens são forçadamente parte de uma classificação consagrada e usada por artistas e lembradas por espectadores desse tipo de produção artística, que são:

PAISAGENS


NATUREZA MORTA ( Stil Life )


e

RETRATOS




A paisagem, como desenho pintura e legado à fotografia é uma invenção chinesa ocorrida oitocentos anos antes dos europeus terem desenvolvido as suas primeiras pinturas e desenhos de paisagens. O motivo, o motor, para que os chineses criassem esse tipo de registro é que a China, sendo uma grande extensão territorial e possuindo uma expressão natural grandiosa, fez que o seu povo, e seus artistas, desenvolvessem uma espécie de devoção aos monumentos naturais, que lhes davam e nos dão uma ideia de eternidade. Afinal, nós como indivíduos passamos brevemente pela vida enquanto montanhas, florestas, rios e mares são testemunhas silenciosas de gerações de humanos que passam por eles.

As Paisagens podem ser:

PAISAGEM NATURAL


PAISAGEM URBANA

PAISAGEM RURAL

e MARINAS.

Uma paisagem por definição genérica e de fácil apreensão e não menos exata é a visão ou vista de tudo que vemos adiante de nós desde algo mais próximo até o infinito, ou até onde a vista alcance.

llUma paisagem pode conter pessoas e animais, mas esses seres móveis e com singularidade, não ocupam na paisagem, ou se destacam na paisagem como elementos mais importantes que a própria paisagem. Desse modo a paisagem natural tem como elementos na sua composição somente a natureza sem interferência ou construções humanas.




Já a paisagem urbana consiste no ambiente das cidades, seja qual época for, quase sempre com pessoas em seus afazeres e toda a movimentação inerente aos grandes agrupamentos humanos. Mais uma vez as pessoas embora reconhecidas em seus afazeres não roubam da paisagem o foco do espectador.

Já a paisagem rural, o foco é a vida e o trabalho nesse singular espaço, incluindo animais, aparelhamento próprio como construções, pontes, cercas, animais, produção, etc.

As marinas se caracterizam por presença de barcos, botes, navios e portos ou aparelhamento para amarração e manutenção dos mesmos, sendo na maioria das vezes, portos marítimos mas também na sua variação em rios e lagos.

Em todos esses casos as diversas paisagens representam a diferença radical do gosto do artista que as produz e do espectador que as contempla e admira. Possível e certamente cada pessoa, artista ou fluidor de arte, penderá para um tipo de paisagem em detrimento de outro ou outros tipos, refletindo o gosto pessoal ou a carência ou saudade de alguma experiência humana ou geográfica.

Por Helvécio S. Pereira



















































































Nenhum comentário:

Postar um comentário

O QUE ACHOU DESSE ASSUNTO?

COMPARTILHE ESSE POST!

AS MAIS VISTAS NO BLOG

AMADORES...quando vídeo e música se fundem

GALERIA DE ARTE

GALERIA DE ARTE
Retrato de mulher Artista Henrique Maciel BH/MG técnica Grafite sobre papel

Estamos cadastrados no BlogBlogs!

Marcadores