YUJA WANG NY CITY, 2017

Navegue pelas diversas páginas

sexta-feira, 9 de abril de 2010

PEDRO CARDOSO, O AGOSTINHO DA GRANDE FAMÍLIA, MOSTRA QUEM É REALMENTE E O QUE PENSA. FALA DA PORNOGRAFIA DISFARÇADA NA DRAMATURGIA NACIONAL






Tive uma grata surpresa ao sintonizar um programa da Rede Brasil, transmitido em Belo Horizonte pela Rede Minas de televisão. Era reprise e peguei apenas um trecho da entrevista da aLêda Nagli. Pretendo revê-la e até postá-la na íntegra nesse blog.

Se você telespectador, mediano, assiste a Grande Família, uma comédia de costumes de sucesso na televisão brasileira e na Rede Globo, a tantos anos, pensa que atores globais e até jornalistas concordam com todos os valores da televisão que os paga está redondamente enganado. Várias vezes, por algum motivo, soltam os cahorros e mostram suas verdadeiras opiniões e sua particular leitura de mundo. Encontros patrocinados e ensaiados como "Os melhores do Ano" da televisão ( leia-se da própria Globo únicamente ) são ensaiados e os artistas empregados fazem os que lhes garanta o emprego e o que lhes pedem  ou ordenam os seus  patrões ( no horário de trabalho ) são, de fato uma grande encenação. Alguém deveria colocar balõzinhos de pensamentos na cabeça de cada um no vídeo refletindo o que eles acham daquilo tudo.

Prova disso foram as colocações inteligentes e sérias feitas pelo ator Pedro Cardoso, sobre a nudez e ponografia disfarçada na dramaturgia brasileira, seja no teatro, no cinema e principalmente na televisão.Além de explicitar muito bem que a nudez reduz a personagem a pessoa real do ator, cortanto a sequência dramatúrgica, levando o telespectador ou expectador para fora da narrativa, tem sido um recurso recorrente para, apenas manter o público, principalmente masculino, diante do que está sendo veiculado ou mostrado, garantindo, dessa forma audiência e rentabilidade no horário .


Afirmou e demonstrou de maneira lógica e compreensível, que tal procedimento avilta os atores, homens e mulheres ( principalmente mulheres ) que atendem a uma exigente necessidade de suprir a fome por pornografia no mundo, e no caso da abordagem, do Brasil. Disse muito bem, que no seu entender, a pornografia como necessidade humana, pela sua má adequação sexual, que é um fato, não pode ser abolida, segundo ele, por um simples ato puritano, mas que é algo de natureza privada e não pública, que atinge indiscriminadamente as pessoas, incluindo as crianças.


Pedro Cardoso colocou muito bem que a emancipação sexual, algo útil, no tempo em que ocorreu, se transformou em produto, cujo consumo é sempre e cada vez mais promovido. Isso afasta as pessoas da verdadeira Arte, matando a sua sensibilidade,dando ele  exemplos fáceis de serem compreedidos pelas pessoas. Diante de alguém, mulher principalmente, nua, ninguém atenta para as idéias ou assuntos tratados. O Brasil é conhecido mundialmente pela lascividade e pornografia. Isso ocorre no exterior e também dentro do Brasil. Disse em alto e bom som que quem promove isso são os patrões, empresários ( e nisso se inclui claro a própria Rede Globo ). Deixou claro que a pornografia disfarçada é algo constantemente presente na televisão Brasileira. No caso do teatro há escolas de teatro que mantém como matéria inclusa em seus currículos, como ficar nu. Que atrizes podem no máximo escolher o tamanho de uma calcinha para mostrar em cena, se "menos menor" ou menor de fato, e que isso é constrangedor. Que em testes de atrizes, a primeira coisa é, muitas vezes, tirar a roupa. Ele esteve no programa "Sem Censura" para falar de seu filme "Sem  Nenhuma Nudez".

Outra afirmação interessante e sobre a qual recomendo que pensemos nela foi: " O livro é ainda o melhor registro de nossas idéias, pois nele encontramos, de fato,  o que alguém realmente disse, a internet ( falando sobre o seu blog e outros blogs ) muitas vezes declarações são conrompidas facilmente como na brincadeira "telefone sem fio".

Curiosidades acerca de Pedro Cardoso:

Pedro Cardoso (Rio de Janeiro, 31 de dezembro de 1962) é um ator brasileiro. O ator foi indicado ao Emmy 2008 de "Melhor Ator" por sua interpretação em A Grande Família como Agostinho Carrara [1]. O Emmy é o equivalente ao Óscar da televisão internacional. Carioca da zona sul, Pedro Cardoso é o segundo de seis irmãos de uma família abastada, cujo pai foi um advogado de sucesso, o avô, presidente do Banco do Brasil, e o primo de segundo grau, Fernando Henrique Cardoso, ex-presidente da República.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

O QUE ACHOU DESSE ASSUNTO?

COMPARTILHE ESSE POST!

"GALHOS SECOS" ( PARA A NOSSA ALEGRIA )

PROVA QUE BRASILEIRO MÉDIO GOSTA MESMO DE ESQUISITICES É QUE A VERSÃO ACIDENTAL E PATÉTICA DESSA CANÇÃO TEVE MAIS DE 16 MILHÕES DE ACESSOS( dados já completamente desatualizados ) E ESSA NÃO!

AS MAIS VISTAS NO BLOG

AMADORES...quando vídeo e música se fundem

GALERIA DE ARTE

GALERIA DE ARTE
Retrato de mulher Artista Henrique Maciel BH/MG técnica Grafite sobre papel

Estamos cadastrados no BlogBlogs!

Marcadores