YUJA WANG NY CITY, 2017

Navegue pelas diversas páginas

sexta-feira, 2 de maio de 2008

Como avaliar o grau de complexidade de uma linguagem artística?

A declarações do médico Antônio Dantas durante uma
entrevista dada a emissora de rádio BANDNEWS,gerou
uma enorme polêmica. Na verdade duas:uma que aparece
em primeiro plano que é a do preconceito,real (ou não)
e da qualidade artística de um tipo de música produzida a partir de
determinado instrumento dentro de uma cultura.

O Governador da Bahia,Jaques Wagner,o reitor da UFBA
e tantas outras pessoas,obviamente foram politicamente
corretas na acepção da palavra dizendo que,entre outras
coisas,que o sr Antônio Dantas surtou ao das tais declarações. Lembro entretanto de Eisten ao
afirmar certa vez que uma piada é maneira mais
fácil e mais dura de você de expressar uma opinião
contundente sobre certo assunto.Não esqueçamos que a
raiz disso tudo foi o péssimo,repito,desastroso
desempenho mostrado pelos ALUNOS
em um exame que avalia os ALUNOS e os cursos oferecidos pelas faculdades e universidades.Se eles tivessem se saído bem nada disso tinha ocorrido.

Por outro lado,o BERIMBAU,
para quem conhece pelo menos um pouco da história da
música e dos instrumentos,o tal BERIMBAU é um instrumento simples e não há como dizer ou afirmar o contrário.
Basta ver a defesa feita pelos próprios instrumentistas
de berimbau na reportagem cujo linlk aparece ao final
do meu texto(julgue você mesmo).O BERIMBAU
é simples e primitivo e aparece na história evolutiva dos
instrumentos de cordas lá atrás e ,claro,a sua origem pro
porcionou a evolução e o surgimento de outros instrumentos
de cordas mais complexos ,inclusive,claro na própria África.
Vale lembrar que há outros instrumentos musicais até mais
simples mas de importância dentro da arquitetura musical.

Quanto a inteligência,inteligência musical,estritamente,é
óbvio que é um instrumento que não exige ligações neurônicas
tantas quanto tocar um violino ou piano. Quem estuda ou estudou
música sabe disso,é claro e óbvio.Nada impede que um maestro
de uma importante orquestra tenha enormes dificuldades em tocar
um berimbau.Como qualquer instrumento requer aprendizado,treino,
aptidão e por último gosto,paixão pelo instrumento. E isso não é
preconceito,maneira fossilizada de ver as coisas ,é fato.
E afinal todos deveriam saber sobre a teoria das inteligências
múltiplas. Alguém pode er uma inteligência específica para
determinada coisa e não ter para outra. Todos somos assim.

Mas fica a questão pouco explorada que é a seguinte:
como valorizar,julgar,quantificar uma manifestação artística?
É algo tão somente subjetivo? que critérios ou elementos
objetivos podemos usar?

Lembro de uma aula que dei a algum tempo sobre esse assunto.
Volto a ele outra hora se vocês quiserem.


Berimbau ...instrumento complexo VÍDEO


http://www.mundorecordnews.com.br/play/829531d2-a705-4280-8751-0af7177b465c

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O QUE ACHOU DESSE ASSUNTO?

COMPARTILHE ESSE POST!

"GALHOS SECOS" ( PARA A NOSSA ALEGRIA )

PROVA QUE BRASILEIRO MÉDIO GOSTA MESMO DE ESQUISITICES É QUE A VERSÃO ACIDENTAL E PATÉTICA DESSA CANÇÃO TEVE MAIS DE 16 MILHÕES DE ACESSOS( dados já completamente desatualizados ) E ESSA NÃO!

AS MAIS VISTAS NO BLOG

AMADORES...quando vídeo e música se fundem

GALERIA DE ARTE

GALERIA DE ARTE
Retrato de mulher Artista Henrique Maciel BH/MG técnica Grafite sobre papel

Estamos cadastrados no BlogBlogs!

Marcadores