YUJA WANG NY CITY, 2017

Navegue pelas diversas páginas

domingo, 25 de dezembro de 2011

ATIVISTAS DO FEMEN SÃO HUMILHADAS E CONSTRANGIDAS, APÓS PROTESTO PACÍFICO E SOLITÁRIO EM QUE INCORPORARAM PERSONGENS E FIZERAM DENÚNCIAS GRAVES NA BIELORRÚSSIA. AS JOVENS PODEM TER SOFRIDO ALGUM TIPO DE ABUSO SEXUAL!

Como se tem calado os clamores das mulheres na história da humanidade? Quando não são caladas por não terem razão, calam-nas por lembrarem que são mulheres e que a última utilidade das mulheres é sexual, ou seja busca-se humilhá-las pela única coisa que não podem negar: que são mulheres e que portanto possuem um órgão feminino passivo de ser violado. Isso é tão primitivo e deve ser o detalhe mais aterrador para uma mulher, mais do que apanhamento, xingamento, prisão simples, etc... coisas que homens podem e são também passíveis de sofrer.


Первое интервью в Украине from FEMEN Video on Vimeo.





Essa jovem ( Inna ) teve parte de seus cabelos cortados a faca e tingindos com o material verde.

Uma das mais belas e jovens ativistas ucranianas, Inna Shevchenko ( acima e abaixo ) mais duas colegas tambem ativistas do FEMEN, Oksana Shachko, e  Alexander Nemchinova, segundo a reportagem abaixo disponivel na web, denuncia um possível abuso de autoridade bem a moda de qualquer força policial que vá além da lei em quaquer lugar do mundo. Mais do que servir ao estado, cumprir a lei reprimindo um protesto, trata-se da crueldade francamente masculina contra um ser mais frágil e que tem uma última vunerabilidade, a sua genitália, por razões mais que óbvias, a algo que em última instância qualquer macho humano devesse respeitar, por ser filho  de uma mulher, companheiro de uma também mulher, e passivel de ser pai de também uma mulher. Cada homem antes de praticar violência de gênero contra a mulher deveria lembrar e pensar nisso.

A mesma jovem  ( Inna ) após os abusos sofridos, uma das coisas vísiveis é o seu antes, longo e loiro cabelo, cortado agora irregularmente, segundo ela a faca por aqueles que as prenderam e humilharam-nas, e tintos com um material verde que danificara completamente os seus cabelos, uma ação clara para humilhação da bela jovem.
O QUE ACONTECEU?

Foi na Bielorrússia (ou Belarus, se preferir). Tudo aconteceu no dia 19 de dezembro, em frente à sede da KGB de Minsk, com cartazes onde se lia ‘Viva a Bielorrússia’ e ‘Liberdade para prisioneiros políticos’. Uma delas, a mais gordinha, inclusive usava um bigode e imitava o presidente do país, Alexander Lukashenko, tido como o último ditador da Europa.

O protesto foi amplamente noticiado mundo afora, pois todo mundo sabe como o regime de Minsk trata os dissidentes políticos: tortura, prisão e até a morte. As três meninas, Alexandra Nemtchinova, Inna Schevtchenko e Oksana Shachko, mais a australiana Kitty Green, acabaram, obviamente, presas, e seu paradeiro ficou desconhecido durante muitas horas.

A australiana apareceu, horas depois, em Vilnius, na Lituânia. Foi deportada e acompanhada pelos agentes da temida KGB local, após horas de interrogatório e ameaças. E Green só foi solta após um trabalho intenso da embaixadora australiana. Mas as ucranianas seguiam sumidas e assim ainda seguiram por mais de 24 horas.

Nossa opinião:

Dessa forma a humilhação sexual deveria por todos os motivos ser evitada a todo custo e a integridade sexual de qualquer mulher, da santa à protistuta, respeitada. Lamento e lamentam comigo, acredito, todos os homens e mulheres que se alinham a defesa dessas jovens ( todas bem abaixo de trinta anos ) estudantes universitárias na sua maioria, cerca de trezentas militantes só na Ucrância. Um grande beijo no coração das três fofinhas que, quase ( se choraram não houve testemunhas a sua dor e raiva ) às lágrimas relatam ao mundo esses terríveis e últimos fatos, já que embora contundente, se tratara de  um protesto pacífico, de quem só tem a força da própria expressão corporal, e a voz aos berros. Não bastaria ignorá-las e deixarem que fosse embora cansadas e satisfeitas por terem externado legitimamente o seu protesto?

Torçamos para que não desistam e que nenhuma delas tombem ou sofra mais do que xingamentos, pela sua militância barulhenta mas pacífica. Será que prefeririam atentados com bombas e tiiros? Não podem suportar a verdade aos berros levados por simples, lindos e inofencivos peitos femininos? Que tapem os ouvidos e olhem as mamas das garotas, mas deixem os seus berros serem ouvidos por todos e que a verdade prevaleça ou não.

Por Helvécio S. Pereira

Abaixo as últimas notícias acerca desse lamentável episódio:


A ativista do Femen Oksana Shechko ( a baixinha da foto ), uma das feministas presas, disse que ela e duas colegas foram capturadas pelos oficiais e obrigadas a tirarem a roupa no meio de uma floresta, onde foram ameaçadas de morte e estupradas. Elas foram também manchadas com um tipo de tinta e tiveram o cabelo cortado com uma faca.

De acordo com um comunicado divulgado pela organização, os oficiais "vendaram os olhos das três e as mantiveram em um ônibus durante toda a noite" antes de levá-las a uma floresta, acrescentando que eles também ameaçaram queimá-las.


O QUE CAUSOU TAL REAÇÃO POR PARTE DAS AUTORIDADES DA BIELORRÚSSIA?

Sem dúvida a manifestação contra a antiga e terrível KGB quando as ativistas teatralmente incorporaram a figura de Stalin ( veja a personagem incorporada pela ativista gordinha ao centro ) e pediram liberdade para presos políticos.

SS

SAIBA MAIS

A organização feminista Femen, da Ucrânia, defende que tirar a roupa é uma forma de libertar a mulher, em um mundo em que, segundo elas, os homens as dominam por meio da exploração sexual.

Desde 2008, o grupo, que diz ter mais de 300 militantes apenas na Ucrânia, vem realizando manifestações por motivos diversos.

Apenas nos últimos meses, elas já protestaram contra a prostituição, o turismo sexual, o álcool, os cortes dos serviços sociais voltados para a população, contra projeto que prevê o aumento da idade de aposentadoria para as mulheres e contra o julgamento da ex-premiê ucraniana Yulia Tymoshenko.




De fato quatro garotas ficaram desaparecidas por horas, as três que aprecem nas fotos e vídeos acima e uma quarta garota, Kitty Green ( a loirinha embaixo canto direito ), encarregada das filmagens e fotos regritradas pelo grupo a cada protesto. Até o a volta das quatro moças cartazes como esses foram divulgados na internet para busca de infomrações acerca de seu paradeiro.


EM QUE COSISTEM OS PROTESTOS SISTEMÁTICOS DAS ATIVISTAS DO FEMEN?

Há muito tempo que, infelizmente, a Bielorrússia convive com a repressão severa de um regime absolutamente anacrônico e bizarro. E, ainda infelizmente, ninguém no mundo parece se importar. Recentemente, uma ‘primavera’ foi sufocada com violência em Minsk e, novamente, ninguém deu a menor importância. Claro, não há nem petróleo nem grandes riquezas na Bielorrússia. E, ainda por cima, Lukashenko é um aprendiz de Putin. Se você se mete com ele, se mete com Putin. E ninguém quer isso.

E há muito tempo que o Femen briga em seu país contra um sistema político também neossoviético, corrupto e cruel com o povo. Se a forma é correta ou não, não me cabe julgar. Mas pensemos: elas lutam com o que tem, protestam veementemente e levam isso a sério. Isso é protestar e exigir liberdade política e de expressão.

Os protestos que acontecem em Moscou – e nas outras cidades russas – são teatros. Não tenha dúvida, não vão mudar nada. Todos são autorizados pelo governo, acontecem com hora marcada, nos dias em que Putin permite. O clima é sempre de carnaval, de feriado – e a maioria da população inclusive encara como tal, um feriado.

O que o Femen faz, creiam, é protestar, é ser oposição, na verdadeira acepção da palavra. É como os que lutaram contra a ditadura aqui e em todos os países do mundo. Gente que está disposta a dar a vida pela liberdade em seu país. Gente que quer mudar. Elas estão arriscando tudo para mudar uma realidade absolutamente patética e surreal. E não medem esforços para isso. Isso é protestar e ser oposição.

2 comentários:

  1. Você pode não ligar por haver zonas e prostitutas pois podem ser todas elas filhas dos outros e não suas...pode até achar a pornografia gratuita na web boa e segura mas elas nãoacham nada disso, pois se tiverem filhas loiras, morenas ou mulatas ( na Ucrânia já tem belas estonteantes mulatas ) sabem que serão exploradas nas escolas, no trabalho, em toda a sociedade e elas não querem isso. Os peitos de fora a 6ºC abaixo de zero é apenas para serem ouvidas.

    No Brasil infelimente as poposudas são burras ou no mínimo conscientemente alienadas da pior espécie, política e sexual. deveríamos ter FEMENS no Brasil...

    ResponderExcluir
  2. Você pode não ligar por haver zonas e prostitutas pois podem ser todas elas filhas dos outros e não suas...pode até achar a pornografia gratuita na web boa e segura mas elas nãoacham nada disso, pois se tiverem filhas loiras, morenas ou mulatas ( na Ucrânia já tem belas estonteantes mulatas ) sabem que serão exploradas nas escolas, no trabalho, em toda a sociedade e elas não querem isso. Os peitos de fora a 6ºC abaixo de zero é apenas para serem ouvidas.

    No Brasil infelizmente as poposudas são burras ou no mínimo conscientemente alienadas da pior espécie, política e sexual. deveríamos ter FEMENS no Brasil...

    ResponderExcluir

O QUE ACHOU DESSE ASSUNTO?

COMPARTILHE ESSE POST!

"GALHOS SECOS" ( PARA A NOSSA ALEGRIA )

PROVA QUE BRASILEIRO MÉDIO GOSTA MESMO DE ESQUISITICES É QUE A VERSÃO ACIDENTAL E PATÉTICA DESSA CANÇÃO TEVE MAIS DE 16 MILHÕES DE ACESSOS( dados já completamente desatualizados ) E ESSA NÃO!

AS MAIS VISTAS NO BLOG

AMADORES...quando vídeo e música se fundem

GALERIA DE ARTE

GALERIA DE ARTE
Retrato de mulher Artista Henrique Maciel BH/MG técnica Grafite sobre papel

Estamos cadastrados no BlogBlogs!

Marcadores