YUJA WANG NY CITY, 2017

Navegue pelas diversas páginas

quarta-feira, 4 de março de 2015

ESCULTURAS / A LINGUAGEM SINGULAR DA ESCULTURA



Esculturas são objetos concebidos geralmentre para contemplação pública ( destinadas a seren vistas por mais pessoas que uma pintura ou um desenho, por exemplo ) destinadas a serem expostas e vistas vinte e quatro horas por dia, todos os dias, por abnos a fio, atravesando décadas e até séculos e milênios.

O processo de criação vai da intuião, da concepção, desenhos iniciais e ás vezes moelagem. As esculturas monumentais são finalmente construidas por empresas de engenharia. Como exemplos dessas ESCULTURAS MONUMENTAIS modernas temos o Cristo Redentor do Rio de janeiro e a Estátua da Liberdade em Nova York. A primeira construida finalmente de concreto armado e a segunda de latão sobre estrutura de ferro e aço.


Por Helvécio S. Pereira



















CONSTRUÇÃO DO CRISTO REDENTOR, FOTOS DA ÉPOCA E NOVAS FOTOS POR OCASIÃO DA RESTAURAÇÃO DO MONUMENTO

Em 1859 o Padre Pedro Maria Boss sugeriu a Princesa Isabel à construção de um monumento religioso. Quando se iniciavam os preparativos para as comemorações do centenário da Independência do Brasil em 1921 retomou-se a ideia.
Entre os possíveis lugares para a construção estavam o Corcovado, o Pão de Açúcar e o Morro de Santo Antônio. Optou-se então pelo Corcovado, pela ótima localização, sendo possível a sua visualização de várias pontos da cidade do Rio de Janeiro. Em 1922, um abaixo-assinado com mais de 20 mil nomes solicitou ao presidente Epitácio Pessoa que a estátua fosse erguida. O presidente então doou o topo do Morro do Corcovado para a construção do monumento.
Ao contrário do que muitos pensam o Cristo não foi construído com doações da França, e muito menos foi um presente do governo francês para o Brasil.
Em setembro de 1923, começava uma campanha nacional para arrecadação de fundos para a obra. A sociedade em geral se mobilizou. Venderam rifas, fizeram festas, escoteiros pediam dinheiro nas portas das casas e até as tribos dos Bororós do estado do Mato Grosso contribuíram.  A campanha durou cerca de 10 anos e angariou o equivalente hoje a cerca de 9 milhões de reais.

A obra teve inicio em 1926, dentre as pessoas que colaboraram para a realização, podem ser citados o engenheiro Heitor da Silva Costa (autor do projeto), o artista plástico Carlos Oswald (autor do desenho final do monumento) e o escultor francês de origem polonesa  Paul Landoswski (executor dos braços e do rosto da escultura).

O projeto para elaboração do monumento durou 5 anos e a construção outros 5, não há registros  da quantidade de operários que trabalharam nas obras do Cristo Redentor durante o período de construção do monumento.
Apesar da altura e dos ventos fortes, não houve nenhum acidente grave durante a construção, quase um milagre, já que os empregados ficavam pendurados em andaimes sem qualquer segurança.
Construção_do_Cristo_Redentor,_c._1906
O Cristo foi feito de concreto sobre uma tela de aço colocada sobre o molde original de gesso, pedaço por pedaço. Na argamassa usaram areia, açúcar e óleo de baleia. Para revesti-lo, donas de casa voluntárias cortaram triângulos de três centímetros de tecido, sobre os quais foram colados pedaços de pedra-sabão, material resistente a intempéries.
CRISTO/REFORMA
De envergadura, possui o Cristo 29,60 metros sendo que o braço esquerdo é imperceptivelmente menor 40 centímetros, para dar maior estabilidade à imagem. A cabeça de Cristo está inclinada 33 centímetros para frente e sua coroa serve como para-raios.
zzzzzzzzz            images (1)
O então chefe do governo provisório, Getúlio Vargas comandou a inauguração em 12 de outubro de 1931.

Fonte:

http://pt.wikipedia.org/wiki/Cristo_Redentor
http://guiadoestudante.abril.com.br/aventuras-historia/construcao-cristo-












COMO FOI CONSTRUÍDA A ESTÁTUA DA LIBERDADE?


Tudo começou nos arredores de Versalhes, nas proximidades da capital francesa, Paris, em 1865, durante um jantar na casa do historiador e jornalista Edouard de Laboulaye. Oficialmente, o monumento foi idealizado para homenagear os Estados Unidos no centenário da sua independência e, ao mesmo tempo, celebrar as boas relações entre os dois países.

Nos bastidores, porém, foi uma prova de força da sociedade secreta maçônica, da qual até o escultor, o francês Fréderic-Auguste Bartholdi (1834-1904) fazia parte. O trabalho começou em 1875 e exigiu dez anos. A "casca" foi feita com 80 toneladas de cobre norueguês, que, batido à mão, resultou nas formas da grande dama. O processo se assemelhou a um quebra-cabeça de muitas peças, montado sobre uma estrutura de aço projetada por Alexandre Gustave Eiffel (o mesmo da famosa torre parisiense).

O rosto da estátua teve como inspiração as feições da mãe de Bartholdi. Em 1885, toda pronta e tinindo, com 46,50 metros e pesando quase 225 toneladas, a estátua precisou ser desmontada e acondicionada em 214 caixas antes de ser embarcada para Nova York, onde reina sobre um pedestal de alvenaria erguido pelos americanos na ilha Liberty - na época conhecida como Bedloe’s. A inauguração aconteceu em 28 de outubro de 1886, com direito à presença do então presidente Grover Cleveland, chuva e parada militar. "Liberdade Iluminando o Mundo" é o nome de batismo da mulher de tocha na mão - imagem emblemática que concorre com a do Tio Sam e com a própria bandeira do país entre os símbolos americanos mais conhecidos no resto do planeta. Incluindo a base, o colosso alcança 93 metros. Na mão esquerda, uma tábua assinala o Dia da Independência dos EUA - 4 de julho de 1776.

No pedestal, lê-se o poema The New Colossus, de Emma Lazarus, com os versos: "Tragam a mim os exaustos, os pobres, as massas confusas ansiando por respirar liberdade". Cerca de 4,2 milhões de visitantes atendem ao chamado anualmente.

A cara da mãe O escultor Fréderic-Auguste Bartholdi teria usado duas modelos muito especiais para compor o visual da gloriosa estátua: a mãe, Charlotte, que inspirou as feições do rosto, e a noiva, de quem ele copiou a silhueta do corpo.

Modelagem à francesa Ainda na França, moldes de madeira e gesso serviram para tornear as 300 placas de cobre que compõem a "casca" da estátua. A coroa de sete pontas, a tocha e o livro são símbolos maçônicos.


Entrega a domicílio O presente francês foi embalado para viagem e despachado para Nova York no porto de Rouen, em junho de 1885 - quase não chega, vítima de tormentas em alto-mar. Inaugurada em 1886, a estátua passou por duas reformas: em 1938, e em 1986, seu centenário.

Base, esqueleto e pele Montagem da estátua teve três etapas 1. O pedestal foi construído pelos americanos entre 1884 e 1885. Seus pilares foram erguidos em torno das paredes de um antigo forte, que recebeu como recheio um imenso volume de concreto.

2. O esqueleto de Lady Liberty é de ferro: uma estrutura projetada por Gustave Eiffel (o da torre parisiense), erguida em torno de um pilar central, que sustenta barras diagonais para fixar as placas de cobre.






3. As placas de cobre que formam a camada externa foram unidas com rebites. No miolo, há uma escada com 354 degraus (o elevador interno só vai até a plataforma, logo abaixo dos pés da estátua).



*FOTO DO ENGENHEIRO NA CONSTRUÇÃO DA TORRE EIFFEL









Nenhum comentário:

Postar um comentário

O QUE ACHOU DESSE ASSUNTO?

COMPARTILHE ESSE POST!

"GALHOS SECOS" ( PARA A NOSSA ALEGRIA )

PROVA QUE BRASILEIRO MÉDIO GOSTA MESMO DE ESQUISITICES É QUE A VERSÃO ACIDENTAL E PATÉTICA DESSA CANÇÃO TEVE MAIS DE 16 MILHÕES DE ACESSOS( dados já completamente desatualizados ) E ESSA NÃO!

AS MAIS VISTAS NO BLOG

AMADORES...quando vídeo e música se fundem

GALERIA DE ARTE

GALERIA DE ARTE
Retrato de mulher Artista Henrique Maciel BH/MG técnica Grafite sobre papel

Estamos cadastrados no BlogBlogs!

Marcadores