YUJA WANG NY CITY, 2017

Navegue pelas diversas páginas

quinta-feira, 21 de julho de 2016

A BELA ANA VIDOVIC E O SEU VIOLÃO ERUDITO / CLASSIC GUITAR E AS BELAS VIOLONISTAS DO MUNDO: FOTOS E VÍDEOS DE CONCERTOS










Meu pai, e um grande amigo dele, que em certa época foi meu chefe ( e não sabia que eles eram amigos ) tocavam violão clássico. Ambos estudaram e se tornaram perfeitos instrumentistas não por profissão, mas por hobby, lazer, puro prazer. Se por um lado pudessem ser chamados de amadores, não o eram, apenas as suas profissões, advogado e arquiteto, não dariam a eles oportunidade de terem a música como trabalho e sobrevivência. Muito melhor, pois o prazer de fazer algo por único prazer não tem preço. 


Meu pai deixou de tocar pela idade, reumatismo, já o impedia de ter o desempenho no instrumento que sempre teve, o Drumozinho, como todos o chamávamos, pode migrar lá pelos mais de setenta anos para o piano, o que deve ter conseguido com grande aproveitamento, já que lendo partitura com perfeição e conhecendo todo repertório clássico além de um ouvido musical, já representava oitenta por cento do aprendizado necessário. Já a meu pai, do doutor Arnaldo restou à admiração pelo instrumento e pela música na sua maior perfeição.

Lembro da confição feita certa vez por uma preciosa e querida amiga, colega de magistério, a professora Nancy Carneiro, da sua paixão pelo violão desde a infância, mas o seu pai, pai de duas filhas moças, achava, cuidadoso que era, que violão não era para moças de família, isso já no terceiro quarto do século XX, aqui em Minas Gerais, Brasil.

A minha primeira paixão, foi o órgão de tubos e suas imitações mais próximas: o harmônio e o eletrônico, depois os teclados, mas na infância, talvez flertasse com o piano, minha mãe quase conseguiu por volta de sete anos que eu tivesse aulas de piano, enfim, não deu, talvez faltasse pouco. Tenho olhos e ouvidos para outros instrumentos como saxofone, trompete, baixo eletrônico e violão, até comprei um violino, faltou tempo e foco para pelo menos um deles.

Nessa brincadeira, e nesse tempo apurei o ouvido para a boa música e para a estrutura da música, estrutura essa matemática, de modelos pré-definidos e explorações complexas a serem feitas. Enfim sei o suficiente para ouvir, ver um instrumentista e reconhecer os valores de uma composição musical, do compositor, do instrumentista e do arranjador. Já é um ganho para poucos. Não sei e não tenho tudo, mas tenho o que já é muito importante e faz uma considerável diferença, pelo menos para mim, e sou bastante grato por isso.

Por Helvécio S. Pereira












MAIS FOTOS DE ANA VIDOVIC


Ana Vidović é uma guitarrista virtuosa croata. Uma criança prodígio, começou a estudar guitarra clássica aos 5 anos de idade, inspirada por seu irmão, Viktor. Wikipédia Nascimento: 8 de novembro de 1980 (35 anos), Karlovac, Croácia

Educação: Peabody Institute Álbuns: Guitar Recital, Moreno-Torroba: Guitar Music, Vol. 1, Gitara, Ana Vidović - The Croatian Prodigy Prêmios: Porin Award for Best Classical Music Album, mais Gravadoras: BGS Records, Naxos.







ANA VIDOVIC




 





ANA VIDOVIC








Katrin Endrikat




ANA VIDOVIC





FILOMENA MORETTI





ANA VIDOVIC




Courteney Cox, 52 ( atriz )



Katrin Endrikat







FILOMENA MORETTI















PAOLA REQUENA





MAIS FOTOS DE PAOLA REQUENA





Katrin Endrikat




PAOLA REQUENA





Katrin Endrikat










Julia Trintschuk





Nenhum comentário:

Postar um comentário

O QUE ACHOU DESSE ASSUNTO?

COMPARTILHE ESSE POST!

"GALHOS SECOS" ( PARA A NOSSA ALEGRIA )

PROVA QUE BRASILEIRO MÉDIO GOSTA MESMO DE ESQUISITICES É QUE A VERSÃO ACIDENTAL E PATÉTICA DESSA CANÇÃO TEVE MAIS DE 16 MILHÕES DE ACESSOS( dados já completamente desatualizados ) E ESSA NÃO!

AS MAIS VISTAS NO BLOG

AMADORES...quando vídeo e música se fundem

GALERIA DE ARTE

GALERIA DE ARTE
Retrato de mulher Artista Henrique Maciel BH/MG técnica Grafite sobre papel

Estamos cadastrados no BlogBlogs!

Marcadores