YUJA WANG NY CITY, 2017

Navegue pelas diversas páginas

sexta-feira, 16 de junho de 2017

O QUE É MÚSICA ERUDITA ( ATUALIZADO COM NOVOS VÍDEOS )




Muitas pessoas simplesmente estranham ao ouvirem ou lerem a palavra ERUDITA. A palavra ERUDITA se refere,dentro da Música a um tipo de Música de excelência, mas refinada, frequentemente ( embora não sempre ) tecnicamente mais difícil.




Yeol Eum Son



Sobre essa música em oposição em oposição a uma MÚSICA POPULAR é que estudaremos a seguir. Durante toda a História da Música, desde a música mais intuitiva e primitiva até a Música inventada pelos gregos, a Música tem se desenvolvido a partir das contribuições de uma elite musical e de uma intuição musical mais popular. A palavra “Erudita” tem relação com “Erudição”, conhecimento.

No que se refere à Música, Música Erudita é uma música composta, produzida e executada com profundo conhecimento musical e técnico relativo à música. A Música Erudita é também conhecida como “Música de concerto” ou ainda como “Música clássica”. Durante toda a História da Música , essa se desenvolveu, a música, graças a uma troca frequente e promissora entre classes detentoras de um mais complexo e refinado conhecimento musical e entre a contribuição mais livre ea partir da intuição popular.


A Música Erudita se desenvolve por aproximadamente três séculos se considerarmos, a partir do século XVI se consolidando portanto até o século XIX. Enquanto a música popular frequentemente seja produzida a partir de um restrito grupo de instrumentos musicais, na maioria das vezes, a Música Erudita é composta e executada por um grupo bem maior de instrumentos musicais, ou pelo menos, de acentuada dificuldade técnico-musical. 3 Muitas pessoas estranham quando se deparam, lendo ou ouvindo, a palavra ERUDITA.


Essa palavra tem a ver, se refere, à erudição, conhecimento, saber. Quando usada referente à Música, Música Erudita, se refere a um tipo de música, diferente da mais conhecida e difundida Música Popular. Música Popular é o tipo de canção ouvida nas rádios e nos programas de tvs mais populares. Também em shows para os quais ocorrem multidões. A Música Erudita é chamada também de Música de Orquestra, Música de Concerto ou Música Clássica.

Lisa Batiashivili




A Música Erudita ou Música Clássica é uma música tecnicamente mais difícil e musicalmente complexa que segue outras regras e formatos normalmente muito mais rígidas que a música popular. Entretanto deve-se compreender que tanto a Música Erudita quanto a Música Popular, ambas tidas e reconhecidas como Música Ocidental, são produzidas com as mesmas notas musicais, escalas e tonalidades advinda da Música criada pelos filósofos e matemáticos gregos na antiguidade.



Lisa Batiashivili

 


A Orquestra ( uma palavra grega )  era o lugar dos músicos em uma peça de teatro, uma definição bem diferente da corrente atualmente, que é o conjunto de músicos com seus instrumentos, mais exatamente instrumentos de música de concerto.

As orquestras podem e são de dois tipos, sendo musical e sonoramente a mesmas coisa:

Orquestras Sinfônicas quando são patrocinadas por algum poder público, uma iniciativa de governo ou/e de estado ( pode ser um município, um estado de alguma federação ou mesmo federal );

Orquestras Filarmônicas ( do grego "filos", "amigo", "irmão" ) são patrocinadas por alguma iniciativa privada, empresa, religiões, igreja em particular.

Embora na prática qualquer instrumento musical possa ser agregado à uma orquestra de acordo com o desejo e visão sonora do compositor ou do arranjador, fazem parte quase que obrigatoriamente, instrumentos musicais que possam gerar volume sonoro com equivalência, das três famílias de instrumentos musicais:

instrumentos musicais da grande família dos instrumentos de cordas;

instrumentos musicais da grande famĺia dos instrumentos de sopro;

instrumentos musicais da grande família dos instrumentos de percussão.


Por que esse equilíbrio?

As orquestras surgiram e se desenvolveram sem os atuais aparatos de captação e amplificação do som disponíveis tecnologicamente hoje, daí o equilíbrio conseguido por exemplo através da experiência: tantos instrumentos de cordas para tantos instrumentos de sopro e tantos de percussão; tantos violinos para tantos celos, tantos metais para tantas madeiras, etc, etc.

Além disso com o som transmite-se intencionalmente sensações de profundidade e espaço, como o caso das cordas e de certos metais. Consegue-se proximidade e realidade com certos sons graves sejam de percussão ou de cordas.

Uma percepção importante é que a chamada Música Erudita é mais meritória que a chamada Música Popular, não há como não ser um músico ou cantor de talento louvável sem o ser verdadeiramente e a custa de muito estudo e dedicação. A mídia não pode fabricar um músico erudito sem que o mesmo tenha minimamente capacidade técnico-musical, não são escândalos e até formosura, beleza física que podem erguer tal músico incapaz ao olimpo de algum reconhecimento.

Por ser universal e atemporal no seu alcance, a Música Erudita, é em certo aspecto democrática pelo talento singular de determinado músico, derrubando muros étnicos e nacionais. Frequentemente vemos músicos de nacionalidades historicamente inimigas e distantes tocando juntos, sendo regidos e em pefórmances de de compositores de países distantes ou estranhos originalmente à sua própria cultura.

Uma jovem pianista chinesa, regida por um maestro japonês, acompanhada por uma orquestra multirracial e multi nacional, podem tocar uma obra de um compositor russo migrado para a América, descendente de judeus.

A Música Popular entretanto é presa a guetos e restrita ainda que alguém teime em negar tal realidade à alguma etnia ou classe social, tendo menos permeabilidade nesse sentido.


Marnie Laird


Outro aspecto é que em casos excepcionais a música popular pela sua acrítica e fácil composição e produção tem realmente vida muito curta, enquanto a Música Erudita além de atravessar facilmente séculos, é revisitada como nova e reestudada proficuamente por novas gerações que não só revisitam aquela obra musical mas também perscrutam pelo sentimento e motivação de tal autor em meio a cultura que tenha vivido.

Essa música erudita vence convicções ideológicas: um jovem pianistas chinês criado do comunismo de seu país, longe da prática religiosa cristã, pode amar e tocar uma obra barroca religiosa de Bach ou a peça singular da Ave Maria.

Também, e não somente, a Música Erudita é fonte inquestionável de estudo para construção de verdadeira gramática musical para desenvolvimento técnico musical de instrumentos musicais, músicos e obras musicais a serem compostas.


Chacconne Klaverenga


 
Outrossim, a Música Erudita não discrimina idade ou gêneros unindo músicos de sexos diferentes em torno de mesmo instrumentos musicais de exigida técnica além de músicos mais jovens tocarem de igual para igual com músicos com décadas de experiência ou carreira com respeito e reconhecimento mútuo e natural.


Por Helvécio S. Pereira





 anne sophie mutter









Helene Grimaud








Lisa Batiashvili, violin & Hélène Grimaud, piano





Tina S




Lisa Batiashvili


 



Sayaka Shoji






Sayaka Shoji




HELENE GRIMAUD & VALERY GERGIEV 




Sayaka Shoji




Anne Sophie Mutter





Valentina Lisitsa




Anne Sophie Mutter




Meco Borra

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O QUE ACHOU DESSE ASSUNTO?

COMPARTILHE ESSE POST!

"GALHOS SECOS" ( PARA A NOSSA ALEGRIA )

PROVA QUE BRASILEIRO MÉDIO GOSTA MESMO DE ESQUISITICES É QUE A VERSÃO ACIDENTAL E PATÉTICA DESSA CANÇÃO TEVE MAIS DE 16 MILHÕES DE ACESSOS( dados já completamente desatualizados ) E ESSA NÃO!

AS MAIS VISTAS NO BLOG

AMADORES...quando vídeo e música se fundem

GALERIA DE ARTE

GALERIA DE ARTE
Retrato de mulher Artista Henrique Maciel BH/MG técnica Grafite sobre papel

Estamos cadastrados no BlogBlogs!

Marcadores